Chá de Fraldas da Mariana

Sou dessas pessoas que desenham tudo na cabeça, desde uma cena contada por alguém até uma viagem que ainda nem comprei as passagens. Geralmente fico bem frustrada quando as coisas não acontecem como planejado, mas durante o período gestacional fiquei zen que só! E então, assim que descobri que estava grávida já imaginei que queria um chá de fraldas com tudo que tinha direito. E lá fui eu aos 07 meses, barrigudíssima, fazer o chá da pequena.

Planejei tudo mentalmente e quase que deu tudo errado! Antes de tudo, gostaria de ressaltar que fiz o chá na intenção de reunir minha família (claro que para ganhar presente também). Com um mês de antecedência, horário e local definidos enviei os convites e criei um evento em uma rede social, a intenção era que os convidados confirmassem a presença e assim organizar melhor tudo, a fim de não fazer coisas demais e sobrar, ou fazer poucas coisas e faltar. Não me sinto nem um pouco a vontade de saber que comida vai sobrar ou faltar. Advinha o que acontece?  Várias pessoas confirmaram presença e não foram, hoje sempre que pego algum convite onde solicitam a confirmação, tento dar retorno o mais rápido possível.

Então chegou a semana do grande dia, minha cabeça estava a mil, já havia programado minha semana por inteiro e consegui cumprir com sucesso minhas atividades. O chá foi marcado para um sábado às 16:00 hrs, embora minha família goste de beber, deixei claro no convite que não seriam servidas bebidas alcoólicas, mas os convidados poderiam levar se quisessem. De acordo com o horário e com o gosto familiar, para o cardápio pensei em algo que combinasse com a tão querida cervejinha, já que o evento também seria de celebração, então não queria ninguém insatisfeito o momento seria de comemoração, então não queria ninguém insatisfeito.

Antes de pensar no cardápio fiz contas e mais contas, queria algo que fosse em conta mas que não deixasse ninguém com fome, então optei por entradas, afinal um chá de bebê não é um evento que dura horas e horas, não é uma festa e sim um encontro.  Cardápio definido, sábado às 06:30 estava a fatura mamãe de pé. Preparei todos os itens das entradas, vou colocar aqui em baixo como ideia para quem está pensando em fazer o chá. Os doces foram encomendados, preferi não arriscar.

Cardápio do chá:
Patê de azeitona;
Patê de atum;
Patê de presunto;
Salpicão;
Torradinhas para acompanhar os patês;
Kibe crú (para famílias árabes é comum);
Pão sírio;
Palitinho de azeitona, salsicha e queijo minas;
Tabua de frios com queijos, salaminho, palmito, azeitona e peito de peru defumado;
Caldo de frango e feijão;
Salada campestre e
Pipoca.

Na mesa de doces tinha:
Brigadeiro;
Brigadeiro de doce de leite;
Brigadeiro de churros;
Beijinho;
Doce de leite ninho;
Cocadinha;
Olho de sogra;
Cajuzinho;
Doces cristalizados e
Bolo.

Bebidas as de sempre:
Suco de fruta (caju e acerola), refrigerante e água.

No convite eu pedi fralda e mais alguma coisa para o enxoval, já que é pra pedir vamos pedir de verdade (risos)! Ganhei bastante coisa, o mais interessante é que foram itens que eu compraria de olhos fechados, foi muito bacana ver que os convidados se esforçaram para escolher presentes que nos agradassem, inclusive usei uma das roupinhas como saída de maternidade. Em suma, foi muito cansativo, mas ao mesmo tempo gratificante. Foi ótimo ver tantas pessoas reunidas em prol daquele momento tão importante e como eu amo festa aconselho a todas a fazerem. E se você for como eu que gosta de fazer tudo, tudinho, chamem os mais próximos para ajudar pra não ficarem tão cansadas como eu fiquei.

Raíssa Abrão por Raíssa Abraão

 

Um comentário sobre “Chá de Fraldas da Mariana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.